Quer ler o que?

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O tiro

Estava de costas, a beira do terraço de um prédio de 12 andares, a ansiedade fervilhando em todas as células do corpo, o desespero lhe escapando aos olhos fechados e escorrendo pelo rosto, lágrimas despencando do queixo em direção ao chão.

Os segundos pareciam horas, dias. Já não tinha mais noção de tempo, tentava buscar o filme de sua vida dentro da sua cabeça, mas tudo o que conseguia pensar é que se não morresse com o tiro, morreria com a queda.

Os dedos se contraíam involuntariamente, a gravata se debatia com o vento. Ele tinha uma idéia.
Iria falar e tentar ganhar tempo. Tinha sempre resolvido as coisas na conversa.

- Porque?

- Cala a boca!

- Porque?

- CALA A BOCA!

- Só quero saber o motivo.

- Vai tomar no teu cu, filho da puta. Cala essa boca!

- SÓ O MOTIVO!

- Voce fala demais.

Morreu. Na queda.

11 comentários:

  1. Meeeeuuuuu como assim !?
    Agora EU quero saber o motivo tb.
    Ou será q ñ importa?
    Me manda por depoimento, eu juro q ñ conto pra ninguém.

    Não?

    ResponderExcluir
  2. Um ar fúnebre tomou conta dos blogs nas últimas semanas...mas enfim também quero saber o motivo,manda por email..mas num garanto não contar pra ninguém. (:

    ResponderExcluir
  3. Eu sei o motivo...

    Conheço a história completa, mas se eu te contar terei de te...

    É, é isso mesmo.

    Deixa queito...

    Júlia, agora confessa uma coisa: ele chegou a levar um tiro ou não? (rsrsrsrsrsrsrs).

    Super beijo.

    ResponderExcluir
  4. sim, ele leva um tiro hdaiusdh
    só tenho isso a dizer.
    ;D

    ResponderExcluir
  5. Um tiro, uma queda, um culpado e um inocente. Na ordem que você preferir, sem medo de errar.

    ResponderExcluir
  6. uauuuuuuuuuuuuu.. ele falava com ele mesmo..... um tipo de dupla identidade.. tipo Dr Jekyll,, inferno astral a flor da pele..... Juba.... quero te ver na Africa..... no natal de 2010..
    Sapo

    ResponderExcluir
  7. Deve ter doído. O motivo importa?

    ResponderExcluir
  8. é claro que o motivo importa,afinal ningém se mata em vão,não nesse blog...hsuahsuhauhau.

    ResponderExcluir

Receber comentário anônimo não faz sentido. Assinem!