Quer ler o que?

domingo, 7 de junho de 2009

Banho

Subiu as escadas, entrou no apartamento e acendeu a luz.

Tirou os sapatos, ligou o rádio, foi para o quarto e beijou o marido.

Preparou o jantar, chamou o marido.

Comeram em silêncio.

Lavou a louça, se sentou na sala e esticou as pernas.

Estralou os dedos.

Viu tevê, tirou o esmalte e foi para o banho.

Se enrolou em uma toalha, abriu a caixa, pegou a carta.

Releu-a. Fechou os olhos.

Decidiu-se.

Tirou a toalha, foi para a sala. Levou a caixa.

Colocou ópera, se sentou ao lado do marido e colocou a caixa no colo.

Esperou três minutos.

Abriu a caixa, pegou a arma, deu cinco tiros no marido. Mais um por misericórdia.

Voltou para o quarto, guardou a caixa, se vestiu e foi para a cama.

Dormiu.

6 comentários:

  1. fiquei com medo, mas muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Estranho... (x2)
    E comum, ao mesmo tempo. Imagino isso acontecendo em alguma casa anônima. De boa.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal Julia.Conto curto.Tchekov sugeriu o núcleo do conto assim:"Um homem, em Monte Carlo, vai ao cassino, ganha um milhão, volta para casa, se suicida"
    Curto muito as narrativas concisas.Tchekov e Dalton trevisan são autores que vc deveria ler.
    Beijo.
    Joao Oravio
    http://papodaalma.zip.net/

    ResponderExcluir

Receber comentário anônimo não faz sentido. Assinem!