Quer ler o que?

domingo, 3 de maio de 2009

Ciso.

- Doutora, dói quanto pra extrair os dentes?

- Com a anestesia não dói nada. É rápido.

- E a anestesia? dói quanto pra ser aplicada?

- Dói pouco, uma picadinha.

- Tipo de pernilongo?

- Abre a boca e fala "a".

- A.

-Hoje a gente tira dois, ai daqui umas três semanas a gente tira o resto, tudo bem?

- Ahã.

- Pode fechar a boca enquanto eu esterilizo o material. E fica tranquila que a operação é super simples.

- Tá. Você se importa se eu ficar de olhos fechados durante a operação? Não quero ver os instrumentos e tal.

- Até pode, mas os aparelhos não são assustadores.

- Nada contra a senhora, mas tenho um trauma de dentistas. Só de ver essa cama que sobe e desce, me vem a mente torturas medievais.

- Eu vou fazer a operação de forma calma. pode relaxar. Primeiro eu vou pegar esse bisturi e fazer um corte na gengiva, até chegar bem perto de dente..

- Sério, não quero maiores detalhes. Você tem grande experiência com extrações?

- Abre a boca de novo.


- Meire, pega o alicate maior pra mim?

- Tá esterilizando, Doutora?

- Tá em cima da mesa.

- Já tá esterilizado?

- Deve estar.

- Tehn cerntehza?

- Não mexe a boca. Senão, eu acabo te machucando.

- Esse é dos grandes mesmo.

- É, e o pior é que tá quase de ponta cabeça. Não tem apoio pra puxar o dente.

- Meu Deus, Doutora. Vai arrancar a arcada dentária da menina!

- Vou tentar com o alicate maior agora. Se doer você avisa. Mas não vai doer, porque tá anestesiado.

- Pode sugar a boca, Doutora?

- Pode e me empresta a broca que eu tive uma idéia. Agora esse gigante sai! Quando disser "já" eu puxo.

- Vai devagar, Doutora.

- Quieta Meire. Já!


- Saiu?

- Ainda não, Meire. Esse ciso está levando para o lado pessoal! Testando minha capacidade como profissional. Vamos tentar de novo, fazendo uma alavanca.

- (Abro os olhos. Consigo ver olhos de prazer, ela se deleita com a minha extração. As pupilas estão dilatadas! Pára com isso! Pára!) Ta hoehndo ! Ta hoehndo! (Os olhos dilataram mais!)

- Só um minutinho, que agora é crucial. A gente já anestesia de novo. Deixa só eu colocar aqui e agora me empresta a broca!

- Calma, Doutora!

- Pega o.. o.. que parece um martelo e suga o excesso da boca.

- Pego Doutora, mas cuidado com a boca da menina!

- Ta hoenndo!

- Obrigada! Me passa o alicate!

- Doutora, não ensinaram isso na faculdade! Meu Deus! Não posso olhar!

- Pega gaze! gaze!

- Ta hoehndo ahindha!

- Pega a injeção da anestesia.

- Que dose que prepara, Doutora?

- A menor, se não o próximo fica sem anestesia.

- Ai, valha me Deus Doutora!

- Verifica se a porta tá trancada!

- Pra quê, Doutora!? A senhora acha que a menina não aguenta!? Imagina se alguém acha o corpo!

- Não, Meire! Não fala bobagem! Preciso de um apoio pra poder puxar aqui.

- Oque que a senhora pretende!?

- Dar impulso! você me desculpa por a perna por cima de você, garota, prometo não sujar sua roupa com o sapato.

- Doutora, é uma extração, não uma acrobacia!

- Vou puxar no três!

- Ta hoehndo ! Ta hoehndo nuinto!

- Um... Meire, não se abaixa!

- Desculpa, Doutora.

- Dois... Suga o excesso da boca! e TRÊS!

- UTAH QUE PFAHRIU!



- Como assim, Doutora?

- Nós vamos marcar um retorno.

- Mas a senhora apoiou o pé na porta!

- Querida, aquilo foi método odontológico. É super valorizado nas melhores universidades.

- Não foi o que a Meire disse.

- Por isso que ela é a assistente, e eu sou a dentista.

- Doutora eu não vou voltar.

- Foi porque eu deixei uma pegada na sua blusa?

- Não, Doutora, mas eu não vou voltar.

- Mas o dente não saiu!

4 comentários:

  1. Juju, adorei...espero que o real não esteja tão presente no texto. Beijao Tia Gi

    ResponderExcluir
  2. uuuuuuaaaaaaaaaaaa.. senti dor ,angustia,aflição.... e ri muito do desespero alheio... me senti na cadeira do dessa veterinaria//// ADOREI...SAPO

    ResponderExcluir
  3. Fiquei superaliviada quando percebi que era só um conto. O meu terror já começou com o "pode fechar a boca enquanto eu esterilizo o material". Tipo, como assim?

    ResponderExcluir
  4. é tipo, baseado em fatos reais.. :D

    ResponderExcluir

Receber comentário anônimo não faz sentido. Assinem!